Wednesday, September 22, 2021

SOCIEDADE

PRESIDENTE DA UNIÃO NACIONAL DOS IMAMES DA GUINÉ-BISSAU MORRE VÍTIMA DE DOENÇA

Agosto 20, 2021
  

El Hadj Abubacar Djaló presidente da União Nacional dos Imames da Guiné-Bissau, faleceu esta quarta-feira em Bissau, de acordo com familiares, vítima de covid-19. Em consequência, foi decretado pelo governo, dois dias de luto nacional.

Mais conhecido por Imame de Mansoa, fez estudos corânicos em Mansoa tendo mais tarde prosseguido em Gambia. Seguiu, em 1993, para o Egito onde estudou na universidade de Azhar.

O presidente da União Nacional dos Imames da Guiné-Bissau deu entrada no serviço de urgências do hospital nacional Simão Mendes na segunda-feira, onde lhe foi diagnosticado covid-19 e internado no centro de tratamento de doentes de coronavírus.

El Hadj Abubacar Djaló fundou a primeira estação emissora islâmica na Guiné-Bissau em Mansoa, denominada “Recom”, em 2007. Foi eleito o presidente da União de Imames da Guiné-Bissau em 07 de julho de 2013. O malogrado, sempre que necessário, fazia a ponte entre as comunidades muçulmana e católica do país.

Segundo os dados divulgados terça-feira pelo Alto Comissariado para a Covid-19, a Guiné-Bissau regista um total acumulado de 5.305 casos e 95 vítimas mortais desde o início da pandemia.

O registo, nas últimas semanas, do aumento do número de casos da infeção e de óbitos, obrigou o governo a decretar o estado de calamidade e a impor novas restrições, nomeadamente a aglomeração de mais de 25 pessoas num local.